Buscar

Manoel da Conceição, um semeador de esperanças e de vidas …

A sua luta incansável pela defesa dos povos do campo e das florestas, pelos direitos dos camponeses e camponesas e pela afirmação da agroecologia como base para o desenvolvimento regional, são símbolos que marcam a trajetória de vida de seu Manoel da Conceição.

Aos 86 anos, seu Mané, como o chamávamos, deixa um grande legado de resistência, e ousadia que nos inspiram na nossa caminhada.

Desde cedo, se engajou na luta pela reforma agrária, criando o sindicato dos trabalhadores rurais de Pindaré, a CUT, PT para fortalecer a luta camponesa, em plena Ditadura Militar, sendo por isso perseguido, preso e torturado.

Um dos legados que muito nos inspirou foi a sabedoria de querer lutar pela educação do campo, criando 28 escolas sindicais com o intuito de alfabetizar os trabalhadores da região de Pindaré e, que posteriormente, funda o CENTRU, como forma de contribuir com o desenvolvimento de uma leitura de mundo, da realidade cotidiana dos camponeses e das camponesas, e por meio desse processo nascem inúmeras cooperativas e organizações que defendem um modelo de desenvolvimento baseado na diversidade dos povos e na riqueza do cerrado em pé.

Nós da APA-TO e a Rede Bico Agroecológico estendemos a nossa solidariedade a toda a sua família neste momento difícil e agradecemos ao seu Mané pelo legado deixado aos camponeses e camponesas.

E as sementes lançadas se manterão com ousadia e resistência nas lutas dos povos que vivem no território do Bico do Papagaio.

Manoel da Conceição, Presente nas nossas lutas!!!


Conteúdo relacionado: Agricultura familiar

Misereor Ford Foundation TFCA Inter America Foundation FBB Cese Brazil Foundation Fundo Amazônia PPP-Ecos Caritas Associação Nacional de Agroecologia Rede Cerrado FAOR Abong DoDesign-s Design & Marketing