APA-TO: Alternativa para a Pequena Agricultura no Tocantins

Buscar

Seja bem-vindo(a)!

A Alternativas para a Pequena Agricultura no Tocantins (APA-TO) trabalha junto a agricultores familiares utilizando os princípios da agroecologia para construir sistemas produtivos sustentáveis. As bases de seu trabalho são o planejamento e a implementação do desenvolvimento local para pequenos agricultores, a assessoria para a negociação de políticas públicas, a busca de segurança alimentar e geração de renda para famílias de agricultores, a organização do comércio e a formação de lideranças.

Desde 1992 a APA-TO atua no estado do Tocantins construindo uma história de desenvolvimento participativo e garantindo melhores condições de vida no campo para agricultores e agricultoras familiares.


17/04/2021

Jovens da comunidade Cento dos Calixtos organiza cestas agroecológicas para entregar as famílias carentes

por Selma Yuki

Jovens da comunidade Olho D’Água, localizado no Cento dos Calixtos, distribuíram na última quinta-feira, dia 15, vinte e três cestas agroecológicas para famílias em situação de vulnerabilidade social residentes do município de São Miguel – TO. Participaram da atividade 19 jovens e cada um puderam colocar nas cestas produtos cultivados em seus quintais e áreas de plantações.

A jovem Mayane Silva Portel uma das integrantes do coletivo das Juventudes dos Calixtos afirma que foi muito gratificante participar dessa ação em que uniu agroecologia, solidariedade e  espírito de equipe. “Participar do coletivo de Juventudes e está nesta ação é muito gratificante para mim porque fizemos cestas básicas para ajudar as famílias carentes, famílias que precisam ser acolhidas e abraçadas por nós. Foi muito bom juntar produtos saudáveis e atitudes solidárias”.

Os jovens se dividiram em equipes e montaram e distribuíram as cestas básicas com produtos agroecológicos. (Fotos:  APA-TO)

A jovem ressalta que os produtos que compunham as cestas foram cultivados pelos jovens da comunidade. “Na cesta tinha verdura, frutas saudáveis e bonitas sem agrotóxicos. Seguimos junto e construído um mundo mais saudável e sem agrotóxicos”.

Uma das beneficiadas foi a Maria Lucia, que mora no município com mais três filhos e o esposo. Ela conta que ela e esposo estão sem trabalhar e que a cesta básica chegou em ‘boa hora’. “Chegou em boa hora porque estava faltando um pouco. Agradeço muito a vocês que trouxeram. O homem faz algumas diárias de serviço e eu não estou trabalhando. Nesses dias nenhum dos dois estão trabalhando”.

Puba, banana, farinha, Azeite de coco babaçu, cheiro-verde, cuxá, mesocarpo, abóbora e polpas de frutas era são os produtos que compuseram as cestas.

Para fazer as cestas os jovens se organizaram dividindo a produção e formando equipes para preparar e entregar. A cesta básica continha um pacote de arroz de cinco quilos, duas garrafas de álcool em gel (os únicos produtos que não eram diretamente da comunidade Olho d’Agua); de produtos agroecológicos cultivados pela juventude tinha: macaxeira, cuxá, cheiro-verde, abóbora, quatro quilos de bananas, mesocarpo, polpa de frutas, puba, azeite de coco babaçu e farinha. A atividade será repetida em mais dois municípios na região do Bico do Papagaio.

23 cestas básicas agroecológicas foram produzidas pelo jovens da comunidade Olho D’Água

Rejane de Oliveira, uma das jovens organizadoras explicou que cada jovem plantou e colheu os produtos que estavam nas cestas. “Cultivamos nos nossos quintais e áreas de plantios aqui daqui de Olho D’Água. Tiramos o cuxá, a macaxeira, produzimos a puba, a farinha, e juntamos cada alimento, até fazer cada cesta. A escolha das famílias que recebeu as cestas foi decidida em coletivo e procuramos entregar para quem estava mais precisando”.

A ação de solidariedade realizada em São Miguel faz parte da Campanha de Solidariedade da Rede Bico Agroecológico que realiza ações desde o ano passado e desta vez está sendo realizada pelas juventudes do campo que também produz e está engajado em ações que minimizem os impactos da pandemia.  A iniciativa acontece em parceria com as Alternativas para a Pequena Agricultura no Tocantins (APA-TO) e apoio da IAF.

As famílias foram escolhidas pelos próprios jovens.



Misereor Ford Foundation TFCA Inter America Foundation FBB Cese Brazil Foundation Fundo Amazônia PPP-Ecos Caritas Associação Nacional de Agroecologia Rede Cerrado FAOR Abong DoDesign-s Design & Marketing