Buscar

No Dia da Terra, APA-TO lança vídeo sobre a Rede Bico Agroecológico

Neste Dia da Terra, 22 de abril, lançamos o último episódio da websérie “Agroecologia em Rede no Bico do Papagaio”, apresentando uma rede de iniciativas unidas em torno da defesa e preservação da Terra e daqueles que vivem em uma ligação íntima com ela, como as quebradeiras de coco, os povos indígenas, os quilombolas, os pescadores, os ribeirinhos, os agricultores familiares e as juventudes de cada uma dessas populações.

Ao longo de 13 semanas, compartilhamos em nossas redes experiências agroecológicas de respeito à terra, com trabalhos sustentáveis como bioconstruções, reaproveitamento de água, construção de cisternas, sistemas agroflorestais, hortas sem uso de veneno, entre outras práticas. No episódio dessa quinta-feira, “Rede Bico: Tecendo vidas & saberes”, apresentaremos a Rede Bico Agroecológico, uma iniciativa que reúne organizações, associações e movimentos sociais em torno de projetos de fortalecimento da agricultura familiar, agroecologia, juventudes rurais, entre outras iniciativas.

Maria Senhora, da COOAF Bico, destaca a Rede Bico Agroecológico como um fortalecimento. “O papel da Rede Bico é fortalecer a vida do campo e da cidade junto, pra cidade saber que ela só come por que tem gente no campo trabalhando, e por isso, tem que respeitar”, afirma.

Os projetos e experiências apresentados também contemplam os jovens das comunidades, como o SAF da Katarina e a apicultura dos jovens da comunidade São Félix, como o Matheus dos Santos, que conta como os projetos o impactaram positivamente. “Eu fui um jovem beneficiado, e vejo que realmente é algo sustentável, que funciona, traz resultado. Dá oportunidade pro jovem ficar no campo, se preocupar com a agroecologia, com o bem viver, com a biodiversidade”, finaliza Matheus.

Além disso, a Dona Socorro, coordenadora geral da ASMUBIP ainda ressalta a importância dos projetos para a preservação e conservação das nascentes, florestas e defesa da terra. “Quem é agroecológico, protege a floresta. Quem protege a floresta não queima, não devasta, não põe veneno, por isso, já é um agroecológico”, completa.

Todos os episódios da websérie estão disponíveis no Youtube, Facebook e Instagram da APA-TO. Os informativos de cada experiência estão na aba publicações do nosso site.


Conteúdo relacionado: Geral

Misereor Ford Foundation TFCA Inter America Foundation FBB Cese Brazil Foundation Fundo Amazônia PPP-Ecos Caritas Associação Nacional de Agroecologia Rede Cerrado FAOR Abong DoDesign-s Design & Marketing