Buscar

Sistemas Agroflorestais


Websérie apresenta experiências agroecológicas no Bico do Papagaio

No dia 28 de janeiro de 2021, a Alternativas para a Pequena Agricultura no Tocantins (APA-TO) lançará o primeiro episódio da websérie produzida sobre as experiências agroecológicas do Bico do Papagaio. Intitulada “Agroecologia em Rede no Bico do Papagaio”, a websérie tem 13 episódios que serão lançados nas redes sociais da APA-TO toda quinta-feira.

A websérie foi produzida para compartilhar as experiências praticadas pelos agricultores camponeses, quebradeiras de coco e quilombolas que participam da Rede Bico Agroecológico e que deram certo na região do Bico, com alternativas para a produção de alimentos, cuidado com animais, reaproveitamento e armazenamento de água, implantação de cisternas, manejo na apicultura, cuidados com as hortas e também práticas que podem facilitar o manejo de cultivos agroecológicos

O episódio de abertura se chama “Mãe e Filha”, e apresenta a experiência de Katarina da Conceição, uma jovem formada na Escola Família Agrícola e sua mãe, Juscilene. As duas compartilham o terreno de cultivo de vida e de plantas, no Projeto de Assentamento Sete de Janeiro, em Araguatins. Katarina mantém um Sistema Agroflorestal (SAF) ao lado da horta da mãe, e as duas se ajudam no cuidado com as plantas e na troca de saberes. Nada se perde na casa da família, nem as folhas, outrora queimadas, que agora servem para cobertura do solo.

Uma moça está do lado esquerdo da imagem, gesticulando e falando. A mãe da moça está à direita, olhando para ela. Elas duas estão em um ambiente com plantas, como palmeira, milho, verduras em geral

Katarina e Juscilene apresentam a sua experiência agroecológica no primeiro episódio da websérie.

Nas histórias compartilhadas, está presente o desejo por uma vida melhor e de qualidade para quem vive do e no campo. Muitos dos retratados narram a trajetória de trabalhar para outras pessoas, vivendo sujeitos às regras de patrões. Os mais jovens relatam o desejo de construir formas de viver e produzir para poderem permanecer no campo.

As experiências na websérie

Vale ressaltar que na websérie, cada episódio fala de uma experiência, apresentando para os espectadores alternativas acessíveis e sustentáveis para melhorar o dia-a-dia no campo e como é possível viver um modo de vida em harmonia com a biodiversidade. Por exemplo, a reutilização de águas cinzas, que consiste em um sistema de escoamento da água utilizada na casa, para as plantas. Ou então, dicas que podem estar faltando para um iniciante no cultivo de hortaliças, um modelo de canteiros, como o canteiro econômico, que economiza, principalmente, água e tempo do agricultor.

É possível acompanhar a websérie no canal da APA-TO no Youtube, nos perfis do Facebook e Instagram.


Núcleo de apicultores promove capacitação sobre apicultura para jovens do Projeto de Assentamento Santa Cruz

No último sábado (25) foi realizado pelo núcleo de apicultores do Setor Retiro, com o apoio da APA-TO, um momento de capacitação em apicultura básica para os/as jovens iniciantes do Projeto de Assentamento Santa Cruz dos Setores Retiro, Sede e São Félix, em resposta a demanda de 11 jovens (destes, duas são mulheres). Uma iniciativa que serviu para fortalecer a agricultura familiar e a agroecologia em meio à pandemia.

Com uso de máscaras, álcool gel e com todos os cuidados necessários recomendados pelas autoridades de saúde, os jovens iniciantes na atividade apícola, receberam os ensinamentos com as contribuições de apicultores experientes da comunidade. “Consideramos que contribuirá tanto para a capacitação da juventude como para a troca de conhecimento geracional”, explica a assessora técnica da APA-TO.

Os jovens participantes receberam ainda alguns equipamentos básicos, como: macacão, caixa de abelha padrão, fumegador, luvas e cera alveolada para iniciarem a  atividade. “Quem trabalha com apicultura não usa veneno e trabalha com o plantio de plantas para aumentar a florada. Além de preservar as reservas que geralmente são destinadas para serem os apiários (local próprio para criação de abelhas). A atividade é também uma fonte de alimento e renda”.

A atividade contribuiu para fortalecer a organização e a  produção agroecológica na comunidade com o envolvimento de novos jovens

O Francisco Cláudio, apicultor do Projeto de Assentamento Santa Cruz, Setor São Félix, ressaltou a importância da atividade. “É importante que os jovens estejam se envolvendo com esses trabalhos de apicultura porque é um trabalho que vai além de gerar renda para as famílias. Ajuda também a gente estar olhando o nosso meio ambiente que se encontra hoje num período de degradação”.

O agricultor reforçou ainda que é uma satisfação grande contribuir para a formação dos jovens da comunidade. “Assim despertam o interesse nessa nossa natureza. Tira renda sem precisar derrubar. Para mim, é uma importância muito grande e espero que durante este e outros anos possamos desenvolver mais trabalhos, e eu vou estar aqui sempre disponível. Eu sempre vou estar disponível para contribuir nesse trabalho de apicultura na região”.

Apesar dos desafios neste tempo de pandemia, a comunidade tem se mobilizado para dar continuidade à produção

Outro apicultor que contribuiu na capacitação da juventude, foi seu Raimundo Carvalho do Setor Retiro. Ele viu nesta ação uma oportunidade de os jovens continuarem o percurso da produção agroecológica.

“Para mim a apicultura é muito importante. Por um lado, tem a agroecologia que a gente vai proteger mais o meio ambiente. O outro lado bom, é que vamos ajudar e incentivar os jovens, e eles contribuem muito com o trabalho da gente. Porque os jovens precisam ser inseridos nesse movimento que nós estamos levantando de novo e contribui com a nossa comunidade”, expõe Raimundo.

A apicultura é um das principais produções agroecológicas das comunidades rurais.

O jovem Ítalo, do setor São Félix, coloca que a apicultura no Setor Retiro veio para ensinar mais. Para ele, a prática da apicultura é comum nos dois setores do assentamento e demais comunidades vizinhas, além de ser muito importante na região do Bico do Papagaio.

“Pois com este encontro a gente troca conhecimento com as comunidades sobre essa prática e aprimora mais nossos conhecimentos sobre a prática da apicultura. Com isso, eu me interessei a participar de um grupo, para poder aprimorar mais meus conhecimentos e trabalhar em sintonia com as abelhas e fazer um pouco de renda familiar”, destaca.

Ítalo ressalta a relevância da atividade em grupo. “Esse grupo é muito importante aqui porque tem muita gente como eu que quer fazer um curso desse e não tem oportunidade. Fazendo o curso posso ter o conhecimento para passar as pessoas que querem aprender sobre essa prática – passar ensinamentos de como é feito e captura de abelhas, criação de mel. O curso é muito beneficente aqui para nós e todo o setor da Santa Cruz”, afirma Ítalo.

Com todos os cuidados recomendados pela Organização Mundial da Saúde (OMS), os/as agricultores/as puderam realizar a formação.


Saneamento Ecológico – Alternativa para o reuso de água

IMG_9092

Sistema de tratamento de reuso montado

A redução da disponibilidade de recursos hídricos vem ocasionando fortes mudanças na agricultura. A economia e o reaproveitamento da água são preocupações crescentes entre a população, principalmente em locais como o Tocantins, que passa por épocas de seca extensa, onde cada gota de água se faz importante. SAIBA MAIS »


2/02/2014

Inaugurada Barraca Babaçu é Vida na Feira do Produtor de São Miguel

Com muita diversidade de produtos e animação, as quebradeiras de coco babaçu da Comunidade de Olho D´Agua, do município de São Miguel, inauguraram no domingo, 2, a barraca Babaçu é Vida, na Feira do Produtor, que funcionará todos os domingos.

A proposta da iniciativa é resultado da parceria da Alternativas para a Pequena Agricultura no Tocantins (APA-TO) com a Associação Regional de Mulheres Trabalhadoras Rurais do Bico do Papagaio (ASMUBIP), com o apoio Ministério do Meio Ambiente. SAIBA MAIS »


Vídeo: III ENA – Encontro Nacional de Agroecologia


Fotos das comunidades, biomas e produção

Rio Araguaia e Rio Tocantins

Babaçu

Frutas – Sistemas Agroflorestais

Quilombolas

Mel, farinha e hortaliças



Misereor Ford Foundation TFCA Inter America Foundation FBB Cese Brazil Foundation Fundo Amazônia PPP-Ecos Caritas Associação Nacional de Agroecologia Rede Cerrado FAOR Abong DoDesign-s Design & Marketing